Um levantamento realizado pelo Data SIM apontou que no início da quarentena no Brasil, entre os dias 17 e 23 de março, o cancelamento de shows e espetáculos provocou um impacto de R$ 483 milhões no mercado da música. Quase um ano depois, as apresentações permanecem suspensas na maior parte do país e a indústria ainda calcula as consequências das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus.


A crise, no entanto, parece ter passado bem longe do cantor Gusttavo Lima. O sertanejo, que é dono de um patrimônio de tirar o fôlego, faturou milhões de reais com lives, empreendimentos e outros acordos comerciais. Com isso, certamente, o músico ocupa o topo da lista entre os que mais ganharam dinheiro no período. Veja uma estimativa de quanto entrou na conta bancária do artista!